Your address will show here +12 34 56 78
Empreendedorismo, Mindset

Mas afinal, o que é um empreendedor?

Dentro de minha perspectiva, um empreendedor é aquele que anda no vale das sombras trazendo luz. Ele traz inovação, pulsa criatividade, é um líder desenvolvido impulsionado por fatores que exigem uma postura de liderança, de alto desempenho, não se limitando apenas no ambiente corporativo, mas atuando desta forma todas as esferas.

Essa definição/menção ainda é pouco para enquadrar o perfil de um legítimo empreendedor, até porque ele não é enquadrado em nada que conhecemos como padrão, por assim dizer, trata-se de um visionário em processo de desenvolvimento. Faço aqui menção de três características de uma figura empreendedora. Meu objetivo é que você reflita, quais dessas três características têm em si que podem ser aprimoradas, e até mesmo descobertas.


1. Capacidade de lidar com as brutais realidades da vida

keep reading

0

Empreendedorismo, Negócios

Não adianta ficar diariamente revirando redes sociais e sites de emprego. Esse hábito, além de pouco eficiente, vai aumentar seu sentimento de angústia e frustração. O que eu fiz foi um pouco diferente. Nas minhas segundas-feiras, quando boa parte das pessoas ia trabalhar, eu fazia o mesmo. Meu trabalho de segunda era procurar emprego de forma planejada e objetiva. Escolhi quais seriam os sites e redes sociais, defini palavras-chave para as minhas buscas e filtros de pesquisa para evitar retrabalho.

Agora, como isso funciona na prática?


keep reading

0

Educação, Empreendedorismo, Mindset

Para ser, tonar-se um empreendedor devemos ‘ter’ identificado a nossa COMPETÊNCIA para o negócio, para o qual me proponho a implementar. Assim preciso estar preparado para Empreender e por isto questiono:

OK, sei o que é empreender e suas principais características, mas tenho as COMPETÊNCIAS necessárias para tanto?”

Quando falamos em competências, me refiro ao CHA (Conhecimento + Habilidade + Atitude), que são necessárias para gerir e fazer progredir o sonho de ter o meu negócio.

O CHA é uma ferramenta muito usada dentro das organizações para implementar a Gestão de Competências e a mesma é perfeitamente aplicada os empreendedores, para a Gestão do seu negócio.

Assim, vamos tomar um CHA juntos? Ou melhor conhecer o tal do CHA… keep reading

0

Empreendedorismo, Negócios

O mercado de startups está em alta. Se a poucos anos era difícil encontrar uma boa quantidade de empresas que estavam iniciando seus projetos inovadores, que poderiam ser rapidamente escaláveis mas ao mesmo tempo inseridas em mercados extremamente incertos, hoje o cenário mudou completamente.

Temos diversas incubadoras e aceleradoras sedentas em busca de negócios que despertem um “algo a mais” e vários novos empreendedores em busca de investimentos. E isso é muito bom para todos os lados. Só que em meio a tudo, os empreendedores precisam ficar atentos para não “colocarem a carroça na frente dos bois”.

Quem inicia hoje um projeto de startup precisa ter em mente que duas coisas irão existir ao longo do processo: 1. acontecerão erros e 2. testes deverão ser feitos. Um exemplo de erro que pode acontecer seria lançar um produto ou serviço focado em um público que não está disposto a comprá-lo no determinado momento que está colocando no mercado.

Outros erros irão aparecer, é algo normal dentro da sequência de evolução de uma startup. Mas esse é um erro básico de mercado, e só acontece quando não se cumpre a segunda regra, que é a realização dos testes.

E nesse caso, os testes vão ser o “braço direito” da empresa. Eles são a forma de diminuir ao máximo os erros. Um teste de mercado para analisar a reação de possíveis compradores do seu produto é determinante para mostrar os próximos passos em cada organização.

Mas o que se vê em alguns casos é o maior vilão de todos: a pressa. O ditado “a pressa é inimiga da perfeição” não existe a toa. Precipitação para colocar tudo em prática de uma hora para outra, pressa para transformar um sonho em realidade. Se deixar levar por isso pode ser o maior erro que pode cometer para sua empresa. 


Você pode ser rápido, mas com qualidade

 

Existe um método que alia essa pressa em colocar tudo para frente e a realização de testes fundamentais para as análises ideais do negócio. No livro “Sprint: O método usado no Google para testar e aplicar novas ideias em apenas cinco dias”, do autor Jake Knapp, temos uma explanação muito rica sobre o método que ajudou várias startups a alavancarem seus negócios de forma rápida mas bastante organizada.

O método Sprint se resume a uma sequência de passos que devem ser seguidos dentro de uma semana para realizar os testes necessários dos produtos ou serviços que uma startup pretende lançar.

É uma semana totalmente focada em colocar em prática um protótipo que determinará os ajustes necessários antes de entrar com tudo no mercado. Desde a segunda-feira, onde as ideias são levantadas, até a sexta-feira, onde o teste é realizado de fato com os protótipos criados, o Sprint vai indicar pontos que talvez passassem despercebidos.

A leitura do livro é muito válida para qualquer empreendedor em qualquer nível de atuação. As dicas e os passos citados vão te ajudar a entender bem o processo que pode ser aplicado a todo o momento na sua empresa, e tudo através de cases reais de startups que tiveram sucesso entendendo qual o passo que deveria dar em seguida.

Com tudo isso levantado aqui, fica fácil entender como os testes devem ser levados bastante a sério para elevar o nível da sua startup. O mercado brasileiro está na expectativa de encontrar novos unicórnios (startups com valor de mercado acima de US$ 1 bilhão), e por que não poderia ser a sua? Basta seguir a sequência Pensar – Testar – Aplicar. Agora é com você.

0

Educação, Empreendedorismo, Futuro

Sabe aquele momento histórico em que vários fatores convergem e possibilitam situações únicas de grande desenvolvimento em todos os campos. Vivemos um destes momentos. A chave desta nova revolução está na combinação de tecnologia e empreendedorismo. Quase uma reação em cadeia de eventos que vêm sendo orquestrados deste o último terço do século XX. Começamos uma época turbinada.
keep reading

0

Empreendedorismo

Atualmente, umas das tecnologias de desenvolvimento comportamental mais assertiva que existe no mercado é o Coaching. Mas o que é o Coaching? Pois bem, vamos para uma definição: “Coaching é um processo que visa elevar a performance de um indivíduo (grupo ou empresa), aumentando os resultados positivos por meio de metodologias, ferramentas e técnicas cientificamente validadas, aplicadas por um profissional habilitado (o coach), em parceria com o cliente (o coachee). ” (Villela Da Matta & Flora Victoria) keep reading

0

PREVIOUS POSTSPage 1 of 3NO NEW POSTS