Educação, Empreendedorismo, Mindset

Mindset Exponencial, porquê você precisa disso?

Aqui no nosso Blog nós já tratamos de Growth Mindset ou mindset de crescimento, sobre o poder da decisão, princípio de Pareto ou 80/20, o poder de acreditar no que estamos fazendo, sobre o quão importante é tomarmos consciência de que administrar a própria vida é o maior e mais importante empreendimento que podemos assumir.

Na nossa revista,  abordamos diversos temas relacionados desde a inteligência (intra e interpessoal), intraempreendedorismo, motivação, liderança e etc.. Hoje queria escrever sobre o propósito do Mindset Exponencial (nosso grupo).

Nós temos o propósito de disseminar uma nova percepção de mundo às pessoas, através do empreendedorismo, do desenvolvimento de habilidades que sejam necessárias às pessoas de acordo com a realidade de mundo que vivemos hoje. Mindset é uma palavra da língua inglesa que significa “Mentalidade” ou “Atitude Mental”, ou ainda, “Modelos Mentais”. 
De acordo com Daniel Goleman, autor do best seller Inteligência Emocional, as fontes dos modelos mentais são a maneira pela qual os seres humanos organizam e dão sentido às suas experiências. Ainda segundo o autor, Goleman, o nosso comportamento é condicionado por modelos mentais.

De uma forma simplificada, um modelo mental é uma forma de enxergar o mundo. Segundo a pesquisadora e PhD em psicologia Carol Dweck, existem dois tipos de mindset, o mindset fixo e o mindset de crescimento.

 

 

Características dos dois tipos de mindset que temos, quais as predominam em você?


Todos nós possuímos os dois tipos de mindsets, e em situações diferentes hora agimos guiados por um, hora pelo outro. Diante de um problema podemos desistir ou perseverar, sorrir ou chorar, entender os limites ou maldizer a vida. Vamos entender um pouco sobre cada um deles:
  • Mindset Fixo: O mindset fixo crê que as coisas são como são e isso faz da vida algo permanente. Sou inteligente ou sou burro, sou bom de matemática ou não, desenho bem ou sem chance, etc.
  • Mindset de crescimento: encara os problemas e limitações como uma oportunidade para avançar. Se não sou bom em história é porque não estudei o suficiente, sendo assim devo ler mais livros e ver mais documentários para me desenvolver.
  • mindset de crescimento não encara esse problema como um limite inerente àquela pessoa; ela não nasceu definida a ser ou não boa. Ela deve fazer por merecer, criar estratégias e trabalhar duro.
No nosso dia a dia acontecem muitas coisas, o mundo é cada vez mais dinâmico, e hora as circunstâncias da vida nos levam para cima, hora nos levam pra baixo. Isso é natural, é a vida, é o nosso ciclo. É importante sabermos que ninguém por mais inteligente que seja, vê o mundo apenas como oportunidades de crescimento e ninguém é totalmente travado, pessimista.

Dia a dia flutuamos entre esses dois parâmetros pelos quais enxergamos o mundo e percebemos as coisas ao nosso redor. Agora, vamos à pergunta do título deste artigo? Pois bem, quero iniciar dizendo que você pode ser destruído pelo mindset fixo. Porquê essa percepção é algo que te prende. Nós sabemos que tudo muda, tudo é definido mas nada é definitivo.

O mindset fixo ignora essa verdade e ignora também que nós podemos mudar, crescer, nos aperfeiçoarmos, inclusive desenvolver novas habilidades. Vai-se pelo caminho mais fácil, “eu só sei ir até aqui”, “eu não posso ser melhor que isso”. “Eu nasci assim, eu cresci assim, eu vivi assim, vou morrer assim”. Por outro lado as pessoas que possuem o mindset de crescimento acreditam que são uma “metamorfose ambulante”, são pessoas que acreditam que praticamente qualquer coisa sobre elas pode mudar com esforço.

São pessoas imparáveis, que apesar de reconhecerem que não nasceram com alguma característica ou habilidade, acreditam que podem desenvolvê-las e não tem medo de tentar. Outra característica importante é: essas pessoas não tem medo do fracasso. Elas acreditam que o caminho entre tentativa e erro é uma oportunidade de aprender a crescer.

Esse mindset abre possibilidades que poderiam nunca ter ocorrido, deixando claro que o potencial de uma pessoa está constantemente evoluindo e, através do aprendizado e esforço, a pessoa pode encontrar novas coisas pelas quais se apaixonar ou novos caminhos para o sucesso.

“Eu não falhei, apenas descobri 10 mil maneiras que não funcionaram” e “uma experiência nunca é um fracasso, pois sempre vem demonstrar algo” são frases do inventor da lâmpada Thomas Edison que ilustram bem o mindset de crescimento.

  Você mesmo pode desenvolver esse modelo de pensamento, abaixo algumas lições extraídas do livro Mindset de Carol Dweck: 1 – Mudar é possível. Exige esforço, paciência e tempo, às vezes muito tempo É possível mudar e alcançar grandes resultados, mas isso exige um grande mergulho em nós mesmos.

É preciso se lançar ao desafio, se esforçar e acima de tudo, ser paciente. Processos que envolvem mudança de hábitos ou crenças levam muito tempo.

2 – Autopercepção é um fator decisivo no longo prazo Mais do que qualquer coisa, é a autopercepção que vai garantir o progresso. Só somos capazes de mudar através do que percebemos.

Se não somos capazes de entender nosso bom ou mau humor, nossa vontade de ir além ou de fugir e etc, não vamos conseguir ajustar o necessário para crescer.

3 – É importante entender nossas limitações e saber comemorar as pequenas vitórias Às vezes criamos metas absurdas e chegamos ao final do ano e não atingimos metade delas. Mas se notar, atingiu neste ano, mais do que no ano passado, e isso te levou ao crescimento.

É preciso aprender a viver o dia e comemorar as pequenas vitórias. Do contrário podemos virar reclamões e eventualmente desistentes. Por fim, peço que se esse artigo lhe foi interessante, você compartilhe para que mais pessoas tenham acesso, aproveita e deixa seus comentários, ou escreve pra contato@revistamindset.com.br para dar suas sugestões e/ou opiniões, até a próxima!

Author


Avatar